Polónia

7 Dias

Visitando: Wroclaw e Cracóvia

1º Dia - LOCAL DE PARTIDA / PORTO ou LISBOA / WROCLAW
Partida de local e hora e indicar em autocarro de turismo e transporte ao Aeroporto. Formalidades de embarque assistidas por um Delegado da GeoStar e partida em voo de carreira regular com destino a Wroclaw com mudança de avião em cidade da Europa. Chegada, formalidades de desembarque e transporte ao hotel, com visita panorâmica pela cidade durante o percurso. Chegada e instalação no hotel. Jantar e alojamento.

2º Dia - WROCLAW
Pequeno almoço no hotel e saída para visita panorâmica da cidade. A cidade de Wroclaw situada junto ao rio Oder, existe há mais de mil anos. Com vestígios do domínio checo, alemão e polaco, a Wroclaw contemporânea é uma cidade verdadeiramente europeia. Maravilhosas casas, igrejas, a universidade e um grupo célebre de vencedores do Prêmio Nobel, com ligações estreitas com Wrocław, certificam sua antiga glória. Ostrów Tumski, também conhecida como Ilha da Catedral (antigamente era uma ilha no rio Oder) possui monumentos medievais valiosos. Localizada no outro lado do rio, a Cidade Velha concentra a vida urbana. A Ópera de Wrocław está situada ao lado do Mercado Municipal, da Nova Bolsa, dos bancos e escritórios. Da visita, destacamos a Catedral de S. João Batista - a sua história começa com o Congresso de Gniezno quando no ano 1000, foram criadas três dioceses: Wrocławska, Krakowska e Kołobrzeska. Esta Catedral foi destruída várias vezese, reconstruída em 1951, foi consagrada pelo Arcebispo Stefan Wyszyński, Bispo Primaz da Polónia. Dentro da catedral podemos admirar estátuas e pinturas preciosas: um tríptico da Dormição de Maria de 1552 (transportado de Lubin), um púlpito (1723) e muitas lápides da Idade Média, Maneirismo e Barroco. A catedral possui 21 capelas, entre as quais estão: Santa Elisabeth (1680-1686) e a Capela dos Eleitores (1716-1721), obra do arquiteto de Viena J. B. Frischer von Erlach (entrada incluída na Catedral). No topo da torre da Catedral, existe um miradouro onde é possível subir de elevador (subida não incluída); a Universidade, onde se visitará a Aula Leopoldinum – o nome deriva do seu fundador, o Imperador Leopoldo I e foi projectada pelo arquiteto italiano Christophorus Tausch, aluno de Andrea Pozza. O interior está dividido em três partes: pódio, auditório e matroneum musical, conhecida pela maravilhosa acústica, reúne os academicos nas ocasiões e acontecimentos importantes da vida da Universidade. A sala está localizada no primeiro andar do edifício principal (entrada incluída), etc. Almoço em restaurante local durante as visitas. Ao fim da tarde, tempo livre para um passeio no centro da cidade. Jantar e alojamento no hotel.

3º Dia - WROCLAW / CZESTOCHOWA / CRACÓVIA
Pequeno almoço no hotel e saída em direção a Czestochowa, importante centro de peregrinação Mariano. Chegada e almoço em restaurante local. De tarde, visita ao famoso Mosteiro de Jasna Gora, onde, na Capela de “Nossa Senhora de Czestochowa“, também conhecida como a Virgem Negra, se encontra a imagem da Virgem. A imagem é uma grande placa de madeira de tília de 82 por 122 centímetros, que mostra uma representação em forma de ícone da Mãe de Deus e do Menino Jesus. Está localizada na Capela da Nossa Senhora, na montanha brilhante (Jasna Góra), tendo sido severamente danificada numa invasão hussita em 1430. Como sinal da sua devoção, o Papa João Paulo II concedeu ao Santuário Mariano uma Rosa de Ouro, bem como o cinto perfurado por uma bala no atentado que sofreu em 1981. Ambos os presentes estão agora colocados diretamente ao lado da Imagem. Almoço em restaurante local. De tarde, em hora a indicar, continuação para Cracóvia, declarada pela UNESCO como Património da Humanidade. Chegada ao hotel. Instalação. Jantar e alojamento.

4º Dia - CRACÓVIA / NOWA HUTA / WIELICZKA (MINAS DE SAL) / CRACÓVIA
Pequeno almoço no hotel. Saída para o Bairro de Nowa Huta, que hoje faz parte de Cracóvia devido ao crescimento da cidade (situa-se a cerca de 10Km do centro histórico da cidade), mas que aquando da sua construção, durante a época comunista, foi construída seguindo o modelo soviético, para mostrar ao povo polaco a bondade do regime comunista, já que Cracóvia foi um dos principais focos anticomunistas da Polónia. Visita à famosa Igreja de Arka Pana, símbolo dessa resistência. O peculiar templo conta com uma história complicada. As autoridades comunistas negavam a construção de uma igreja no novo bairro, o que motivou diversas manifestações que terminaram em choques violentos. Os membros da paróquia colocaram uma cruz de madeira no lugar onde queriam colocar a construção em 1957, mas não tiveram a permissão necessária. Em 1960, Karol Wojtyla (arcebispo de Cracóvia) decidiu dar uma missa no lugar onde estava a cruz de madeira e, depois disso, as autoridades autorizaram a construção. Com a ajuda de diferentes doações procedentes de todas as partes do mundo, o sonho finalmente se tornou realidade. A Igreja é tão singular vista do exterior, coberto com mais de dois milhões de pedras, como do interior, revestido de peças de madeira que lembram a parte inferior do casco de um barco. No meio da característica construção destaca-se uma surpreendente escultura da Crucificação. Regresso a Cracóvia. Início da visita da cidade, começando pela Praça Medieval, considerada uma das maiores da Europa, e passando pelos seus subúrbios, que se mantiveram inalterados desde há 700 anos. Destaque para a Casa dos Panos, do Séc. XVI, a Igreja Mariana e a antiga Catedral do Cardeal Wojtyla (que é o Santo Papa João Paulo II), e que conserva ainda os túmulos de Reis Polacos e o de S. Estanislau. Almoço em restaurante local. De tarde, saída em direção a Wieliczka, para visita às famosas Minas de Sal, local onde os mineiros polacos construíram autênticas catedrais, fruto da sua grande religiosidade. Poderemos observar cerca de 20 salas em 3 andares, cheias de belas estátuas construídas em sal. No regresso, passagem por Lagiewniki, centro mundial da Divina Misericórdia e do túmulo Santa Faustina (Irmã Faustina Kowalska). Visita ao Mosteiro. Chegada a Cracóvia ao fim do dia. Jantar e alojamento.

5º Dia - CRACÓVIA/ZAKOPANE/CRACÓVIA
Pequeno almoço no hotel. Saída em direção a Zakopane, estancia turística situada nas montanhas. Subida em funicular ao Monte Gubalowka, de onde se pode apreciar a magnifica vista das Montanhas Tatra. Descida ao centro histórico de Zakopane. Visita panorâmica da cidade. Merece particular destaque a original arquitetura de madeira, especialmente nas várias casas e igrejas de telhados bicudos. Visita à Igreja de Nossa Senhora de Fátima, construída em 1995, e cujos vitrais contam as aparições de Fátima. Almoço em restaurante local. De tarde, embarque num fabuloso passeio pelo Rio Dunajec Gorge, onde poderemos observar uma das áreas mais selvagens do Sul da Polónia, o Parque Nacional Pieninski, com os seus animais, plantas e aves únicos. Regresso ao hotel em Cracóvia. Jantar e alojamento.

6º Dia - CRACÓVIA / AUSCHWITZ / WADOWICE / KALWARIA ZEBRYDOWSKA / CRACÓVIA
Pequeno almoço no hotel. Partida em direção ao campo de concentração de Auschwitz, um dos maiores símbolos do nazismo, local de extermínio de milhões de prisioneiros (entre eles o Beato Maximiliano Kolbe), e que funcionou entre 1940 e 1945. Aqui podemos ver uma exposição sobre o campo e as várias salas que contêm pertences dos prisioneiros, os dormitórios, os banhos, e os fornos, que nos lembram as cenas de terror que ali tiveram lugar, e que devem ficar como memória para que o homem jamais volte a atingir tamanha degradação. Almoço em restaurante local. Continuação para Wadowice, terra natal de Sua Santidade João Paulo II. Visita ao Museu e Basílica de João Paulo II. Prosseguimos para a pequena vila de Kalwaria Zebrzydowska, o lugar de peregrinação mais popular da Polónia, depois do Santuário de Czestochowa. Aqui existem mais de 40 capelas evocatórias da vida de Jesus. Regresso ao hotel em Cracóvia. Em hora a informar, transporte a restaurante local para jantar típico com espetáculo de folclore. No final, regresso ao hotel. Alojamento.

7º Dia - CRACÓVIA /PORTO OU LISBOA / LOCAL DE PARTIDA
Pequeno almoço no hotel. Em hora a informar, transporte ao Aeroporto. Formalidades de embarque e partida com destino a Lisboa ou Porto em voo com escala em cidade da Europa. Chegada. Formalidades de desembarque e continuação da viagem até ao local de origem.

 

 

Para mais informações, reservas ou programas à medida, consulte-nos em:

Tel.: 351 211 572 000

 t.cultural@geostar.pt